CataLivros

DE FÃ PARA FÃS! - Blog para apaixonadas(os) por romances, pricipalmente Clássicos Históricos e afins. Resumos, Capas, Curiosidades, Livros para venda.

Minha foto
Nome:
Local: Natal, RN, Brazil

quinta-feira, fevereiro 02, 2006

Fuga Alucinada

Sabrina nº1233
Autora: Lynne Graham
Título Original: Duarte's Child
Publicação Original: Silhouette, 2001
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 2002

RESUMO:

Por amor... ou por vingança?
Dias antes de Jamie nascer, Emily fugiu de seu marido, Duarte Alvares Monteiro, um rico e poderoso banqueiro português. Soube, por uma amiga, que Duarte queria ficar com o bebê e não com ela... Mas a fuga foi em vão, pois Duarte conseguiu descobrir o paradeiro de Emily e de seu filho e obrigou-a a voltar a Portugal para viver sob sua vigilância.


Ao contrário do que Emily imaginava, Duarte a aceitou de volta... principalmente porque ele sabia que bastava um simples toque seu para vê-la entregar-se com paixão. Emily não conseguiu deixar de ser submissa àquele homem poderoso e sedutor, por isso entregou-se por amor, disposta a reconquistá-lo. Mas será que Duarte realmente a ama? Ou será que ele a trouxe de volta somente oor causa do bebê?



Quero esse!

A Senhora do Lago

Clássicos Históricos Especial nº37
Autora: Elizabeth Mayne
Título Original: The Lady of the Lake
Publicação Orginal: Harlequin, 1997
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1998

RESUMO:

"Guardiã de segredos ancestrais.

Inglaterra, 889 d.C.

Princesa e sacerdotisa do povo da Floresta de Arden, Virna Griffin não podia ser tocada por homem algum. Contudo, teve de se submeter à vontade do rei, tornando-se esposa de Edon Halfdansson, atraente guerreiro dos odiados viquingues! E foi no leito nupcial que Virna realizou sua vingança, enfeitiçando Edon com seus misteriosos encantos... Mas seu poder era bruxaria ou magia de amor eterno?"

A Feiticeira

Clássicos Históricos Especial nº04
Autora: Claire Delacroix
Título Original: The Sorceress
Publicação Orginal: Harlequin, 1994
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1995

RESUMO:

"Uma paixão regida pelo destino.

Certa manhã, ao se deparar com um belo cavaleiro, Sofie Mauclerc o reconheceu: era o homem que sempre aparecia em seus sonhos. E pelo misterioso poder de que era dotada, Sofie sabia que Alain de Pontesse era mais que a realização de uma fantasia. Era seu próprio destino!

Para Alain, a ardente declaração de amor de Sofie era loucura. Mas como não se render ao fascínio daqueles sedutores olhos violeta?"

Passando o apagador

Olá novamente, André.
Não estou zangada contigo. Fiquei apenas magoada no momento em que li seu primeiro comentário, pela forma rude que você se expressou, mas já passou.
Você se desculpou e aceito. às vezs não estamos mesmo num dia bom.
Fica tudo ok.
Quanto a escolha dos livros, há autoras excelentes nessas publicações. Os romances de temática histórica, que são os que gosto mais, tem como autoras, muitas vezes, historiadoras, dramaturgas, enfim, uma gama variadíssima de pessoas que, além da profissão original, também escrevem.
E por que não colocar um pouco de fatasia em nossas vidas? Não é o que fazemos ao ir ao cinema, ao ver televisão?
Da mesma forma que muitos gostam de gibis (creio que aí chamam debanda desenhada, não?), mangás, animes, eu gosto de romances.
(Aliás, sou fã de Espada Selvagem de Conan e do anime Yamato.)
Sou a favor da diversidade e por isso abro-me para todas as possibilidades.
Por isso vou de Sheakspeare a "romances de banca', como aqui são chamados esse tipo de livros, por serem vendidos em bancas de jornais.
De qualquer forma, creio que nosso pequeno entrevero serviu para criar uma nova amizade.
Um caloroso abraço do Brasil ensolarado para você!

Respondendo aos Comentários II

Olá André.
Obrigada pela sua visita ao meu blog e também pelo seu comentário.
Como vi em seu profile que você "anda um bocado irritado ultimamente", portanto, vou desconsiderar as palavras ofensivas e deselegantes que postou por lá.
Apenas para esclarecê-lo, já que não moras aqui no Brasil, eu não chamo "as folhas com letras" de Clássicos. Os livros destas séries eram lançados, e ainda o são, aqui no Brasil sob o título de Clássicos Históricos.
Quanto a deixar de ler essas "bostas em forma de livros" e ler "coisas decentes", caro André, só posso lhe dizer que estás equivocado a meu respeito.
Em primeiro lugar, leio o que tenho vontade, e ninguém tem nada a ver com isso.
Agora que já esclareci este ponto, quero acrescentar que não se pode julgar ninguém pelas aparências, meu caro.
Quem assim o faz arrisca-se a levar uma vida limitada, dentro de uma visão estreita e preconceituosa.
Entã, diga-me, caríssimo, quantos textos de Eça lestes? Ou de Sheakspeare?
Sabes quem é José de Alencar, Guy de Maupassant, Jane Austen, Maquiavel, Arthur Conan Doyle, Oscar Wilde, entre outros?
Talvez até o saiba. Mas os leu, a todos?
Quantas vezes leste a Ilíada, Os Lusíadas, A Odisséia?
Pois eu os lí, apenas para informá-lo, ainda que nada lhe deva. Esta últma, inclusive, li aos doze anos, emprestado de minha mãe que estudava letras.
Apenas avalie sua opiniões antes de lançá-las ao vento.
É seu direito opinar? É claro!
Mas seu direito termina quando ofende a liberdade de outro.
Se não gosta, vire-se e saia. Não és obrigado a visitar a página.
Mas se algum desejo secreto e obscuro assim o encaminhar para este monte de "bosta", faça-o com classe e elegância, que é o mínimo que esta habitante do terceiro mundo espera de alguém que vive no Velho Continente, teoricamente o berço civilizado de minha nação.
Saudações,
Drica

segunda-feira, janeiro 30, 2006

Magia!

Desejo nº 65
Autora: Justine Davis
Título Original: Errant Angel
Publicação Original: Silhouette, 1995
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1995

"ELA NÃO ERA UMA MULHER COMO AS OUTRAS...

Havia algo estranho em Evangeline Law, e Dalton MacKay não conseguia atinar o que era. Só sabia que estava ficando maluco por ela, ou simplesmente maluco.

Perseguido por lembranças de um passado que insistia em atormentá-lo, Dalton era um homem triste e enigmático. Mas ao conhecer a fascinante Evangeline, tudo mudou dentro dele. E passou a acreditar em coisas absurdas como destino...e amor!"